Posted by: bikeanjobr | 18/08/2015

Ação para “Não-Ciclistas”

acao-nao-ciclistas_logo-COR_ALT#01O Bike Anjo vem sempre buscando novas formas de mobilizar mais pessoas por meio da bicicleta e no nosso 1º Encontro Nacional do Bike Anjo em 2014 (ENBA-2014) surgiu a ideia de fazermos uma ação direcionada a um público para o qual o Bike Anjo geralmente não faz ações diretas, que denominamos de “não-ciclistas”. São motoristas profissionais (de táxi, ônibus, vans e caminhões) ou não e motociclistas que, apesar de toda sensibilização sobre o uso e a qualidade da bicicleta como meio de transporte não podem/conseguem usá-la como meio de transporte.

Criamos esses materiais afim de ser um facilitador para que toda a rede Bike Anjo possa replicar essa ação localmente ou para que as empresas que possuem “não-ciclistas” possam ser capacitadas.

SOU BIKE ANJO E QUERO DESENVOLVER UMA AÇÃO PARA “NÃO-CICLISTAS” NA MINHA CIDADE!

SOU EMPRESA E QUERO DESENVOLVER UMA AÇÃO PARA “NÃO-CICLISTAS” PARA OS COLABORADORES!

A segurança de quem pedala tem relação direta com quão visível para os motoristas essa pessoa é. No entanto, as pessoas que não estão com o pensamento conectado de alguma forma com o uso da bicicleta tendem a não “enxergar” as bicicletas nas ruas. Isso é um fato, que inclusive já foi objeto de diversos estudos na área da psicologia. As pessoas tendem a ignorar inconscientemente tudo que não está relacionado de alguma forma com a sua realidade. É muito comum as pessoas que decidiram começar a pedalar recentemente relatem que antes “nunca tinham percebido como havia tantas bicicletas nas ruas”. Também é comum nos casos de acidentes envolvendo veículos motorizados e bicicletas os motoristas afirmem que não viram a bicicleta.

Essa ação tem a intenção de, mostrar a esse motorista/motociclista “não-ciclista” que o usuário de bicicleta pode e deve estar nas ruas, de tornar o ciclista visível aos olhos desse público e de mostrar que a nossa presença trás benefícios para toda a cidade inclusive pra ele.

Abaixo podemos listar alguns benefícios do uso intensivo da bicicleta como modal de transporte que podem ser compartilhados também por quem não usa a bicicleta:

 Uma bicicleta na rua pode ser um carro a menos ou uma pessoa a menos usando o modal coletivo de transporte já tão sobrecarregado nas grandes cidades, a bicicleta melhora a mobilidade de todos;

O uso da bicicleta em grande escala como modal de transporte comprovadamente torna as ruas mais seguras para todos, inclusive para os pedestres, quanto maior o número de bicicletas na rua, mais visíveis elas se tornam;

 Cidades com alta taxa de utilização da bicicleta tem uma grande redução de emissão de gases poluentes e com consequente melhoria na qualidade do ar. Em São Paulo, a poluição mata indiretamente vinte pessoas por dia, agravando e acelerando problemas como infarto, acidente vascular cerebral, pneumonia, asma e câncer de pulmão. E 90% das emissões de poluentes em São Paulo é causada pelos veículos automotores;

 A produtividade no trabalho de quem usa a bicicleta como transporte aumenta, em decorrência da melhora do humor e da diminuição do stress. A cabeça tranquila permite um melhor julgamento em situações críticas;

 Quem está de bicicleta não coloca vidas em risco, pois a bicicleta trafega a velocidades mais próximas a escala humana e é mais leve que os outros veículos oferecendo menor risco em caso de acidentes. Já os motorizados são responsáveis por mais de 50 mil mortes e 153 mil internações no SUS por ano no Brasil (número de mortes no trânsito – Mapa da Violência 2013)

– A atividade física regular previne doenças cardíacas e AVCshipertensão, ajuda a controlar o diabetes, aumenta a resistência aeróbica, reduz a obesidade, ativa a musculatura de todo o corpo, diminui a ocorrência de doenças crônicas, faz bem para a saúde do idoso e aumenta o tempo de vida. Todos esses benefícios para a  saúde do usuário desse modal, vão significar um menor uso do SUS ajudando a desafogar o sistema e reduzindo a despesa para os cofres públicos, mais um benefício para toda a sociedade.
Por estas e outras razões, essa campanha proposta se mostra mais que oportuna e tem como objetivo principal produzir conteúdo, materiais e instrumentos que possam ser usados no convencimento dos “não-ciclistas” de que a presença dos ciclistas nas ruas só trás benefícios para toda a cidade e por isso eles não devem ser só respeitados mas a sua presença deve ser estimulada.

 

Também trazemos alguns manuais e atividades já desenvolvidas para “não-ciclistas” pelo Brasil:

Apoio:

itau_masterbrand_volumetrica

Advertisements

Responses

  1. http://www.pmus.com.br/

  2. BOA NOITE COMPANHEIROS GOSTARIA DE SABER COMO ADIQUIRIR UMA CERTA CONTIDADE DE ADESIVOS DESES PARA PARTICIPAR DESSA CAMPANHA.

    Date: Tue, 18 Aug 2015 11:56:16 +0000 To: demetriosasa@hotmail.com

  3. […] Ação para não ciclistas […]

  4. […] por mais de 50 bike anjos em Belo Horizonte. Fizemos campanhas nacionais:  Bike na Periferia, Ação para não ciclistas, +500 Bike Anjos e  Bike na Escola, que tinha como objetivo engajar mais voluntário no país, […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: