Posted by: bikeanjobr | 18/09/2017

Nota de Repúdio e Remoção do integrante Daniel Guth da rede Bike Anjo

Durante o Bicicultura, realizado em Recife, de 07 a 10 de setembro de 2017, testemunhas relataram que o presidente da Ciclocidade e voluntário da Rede Bike Anjo, Daniel Guth, agrediu fisicamente uma mulher, puxando-a fortemente  contra sua vontade. Sendo assim, no último dia do evento durante a plenária, algumas mulheres se uniram e solicitaram uma moção, tendo em vista a posição que este ocupa dentro da Ciclocidade.

Diante de tal fato, nós, mulheres participantes da Rede Bike Anjo, solicitamos a exclusão do cadastro do mesmo, na plataforma da Rede Bike Anjo e que ele não realize ações presenciais individuais e/ou coletivas como bike anjo.

Apesar de entendermos que ele não estava no Bicicultura como representante oficial desta Rede, ela estava. Era uma voluntária do bike anjo palestrando em nome da rede. A exclusão se mostra como um ato simbólico a expressar o repúdio da Rede Bike Anjo a atitudes machistas e de violência contra mulheres. É, ainda, uma forma de manifestar apoio e respeito às vítimas de atitudes dessa natureza, e de demonstrar que elas não estão sozinhas e que podem contar a Rede Bike Anjo como ponto de apoio, e com suas voluntárias e voluntários.

Além disso, entendemos que a Carta de Valores foi construída justamente para identificar e reprimir atos de voluntários que vão de encontro àquilo que a Rede Bike Anjo tem como princípios e que norteia toda a nossa conduta e atuação, seja individualmente, seja coletivamente, como rede.

Nesse sentido, o acontecimento relatado do Bicicultura, protagonizado pelo Daniel Guth, encaixa-se em 2 itens de nossa Carta:

  • Assédios e abusos contra qualquer pessoa (voluntário ou público em geral) não são aceitos na Rede Bike Anjo.
  • Não aceitamos comportamentos homofóbicos, machistas, racistas ou que envolvam discriminação de qualquer tipo.

Sendo assim, aguardamos a exclusão do cadastro e reforçamos que atos parecidos com esse não devem passar em branco. Nós acreditamos em uma sociedade mais justa e igualitária para todos e a Rede Bike Anjo deve ser um dos atores de transformação, posicionando-se de maneira firme diante de tal acontecimento.

Esse texto foi construído por Bike Anjas de todo país.

Advertisements

Responses

  1. […] they have privileges to maintain. Feminists suffer opposition from men because they want to freely assault women in a bar without being judged. Humanized cities, however, favour even those currently using cars – who would spend less […]

  2. […] considered to be one of the national references in cycle activism, assaulted a women, resulting in a massive reaction of women cycle advocates, which caused Guth’s removal as a director. Guth is also under process of being expelled from […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: