Posted by: bikeanjobr | 22/09/2017

Fundo Local #2 – Projetos Selecionados

O Fundo Local Bike Anjo funciona como um mini-edital onde qualquer cidade ou voluntário(a) Bike Anjo pode criar e submeter projetos para ter acesso ao Fundo Local e tirar a ideia do papel.

Com R$12.000 dedicados ao apoio de projetos, o Fundo Local #2 contou com a ajuda de um comitê avaliador e selecionou 8 projetos. Confira abaixo os selecionados:

  1. Projeto 17 (Aquisição de nova Bicicleta e Adequação de Bicicletário próprio) | PR
  2. Projeto 6 (Aquisição de bicicletas para a EBA Cariacica) | ES
  3. Projeto 8 (BIKE NA OBRA) | PA
  4. Projeto 11 (Bicicletas para EBA) | SC
  5. Projeto 10 (Pedala, mana!) | PA
  6. Projeto 13 (EXPANSÃO DO BIKE ANJO RECIFE) | PE
  7. Projeto 5 (Triciclo Bike Anjo Floripa) | SC
  8. Projeto 16 (Bike Anjo na Periferia) | PB 

Querem saber curiosidades e dados bem legais dessa edição? Saca só:

– Tivemos 22 projetos inscritos nessa edição do Fundo Local. Nosso mais novo record \o/

– O Pará se destacou sendo o Estado que mais inscreveu projetos para o Fundo Local, no total foram 6. O engajamento e mobilização por lá está a mil :D

– Todas as regiões do Brasil tiveram projetos inscritos no Fundo Local. Isso mostra como nossa rede está antenada e engajada no fortalecimento da cultura da bicicleta no Brasil 0=)

– No último dia de inscrição (para ser mais preciso, nas ultimas 7 horas) tivemos 11 projetos inscritos, ou seja, 50% dos projetos foram inscritos nas ultimas horas. D:

Demais, né?!

Advertisements

Durante o Bicicultura, realizado em Recife, de 07 a 10 de setembro de 2017, testemunhas relataram que o presidente da Ciclocidade e voluntário da Rede Bike Anjo, Daniel Guth, agrediu fisicamente uma mulher, puxando-a fortemente  contra sua vontade. Sendo assim, no último dia do evento durante a plenária, algumas mulheres se uniram e solicitaram uma moção, tendo em vista a posição que este ocupa dentro da Ciclocidade.

Diante de tal fato, nós, mulheres participantes da Rede Bike Anjo, solicitamos a exclusão do cadastro do mesmo, na plataforma da Rede Bike Anjo e que ele não realize ações presenciais individuais e/ou coletivas como bike anjo.

Apesar de entendermos que ele não estava no Bicicultura como representante oficial desta Rede, ela estava. Era uma voluntária do bike anjo palestrando em nome da rede. A exclusão se mostra como um ato simbólico a expressar o repúdio da Rede Bike Anjo a atitudes machistas e de violência contra mulheres. É, ainda, uma forma de manifestar apoio e respeito às vítimas de atitudes dessa natureza, e de demonstrar que elas não estão sozinhas e que podem contar a Rede Bike Anjo como ponto de apoio, e com suas voluntárias e voluntários.

Além disso, entendemos que a Carta de Valores foi construída justamente para identificar e reprimir atos de voluntários que vão de encontro àquilo que a Rede Bike Anjo tem como princípios e que norteia toda a nossa conduta e atuação, seja individualmente, seja coletivamente, como rede.

Nesse sentido, o acontecimento relatado do Bicicultura, protagonizado pelo Daniel Guth, encaixa-se em 2 itens de nossa Carta:

  • Assédios e abusos contra qualquer pessoa (voluntário ou público em geral) não são aceitos na Rede Bike Anjo.
  • Não aceitamos comportamentos homofóbicos, machistas, racistas ou que envolvam discriminação de qualquer tipo.

Sendo assim, aguardamos a exclusão do cadastro e reforçamos que atos parecidos com esse não devem passar em branco. Nós acreditamos em uma sociedade mais justa e igualitária para todos e a Rede Bike Anjo deve ser um dos atores de transformação, posicionando-se de maneira firme diante de tal acontecimento.

Esse texto foi construído por Bike Anjas de todo país.

Posted by: bikeanjobr | 21/08/2017

4º Encontro Nacional Bike Anjo (ENBA)

O ENBA (Encontro Nacional Bike Anjo) é o nosso verdadeiro “Carnaval”! Planejamos o ENBA para o ENBA ajudar a gente a se planejar!

Essa edição, que acontecerá em Novembro, em Vitória-ES já está sendo pensada e estruturada há alguns meses.

Mas para o Encontro acontecer, precisamos das nossas articulações presentes. Por isso, abrimos inscrições para as cidades que tivessem interesse em participar dessa edição!

Confira abaixo, os critérios que tivemos para escolher as cidades e, logo em seguida, a lista de todas cidades que participarão:

Dos Critérios para seleção das cidades, feita pela Equipe Nacional:
– Filtramos as cidades por regiões com o objetivo de garantir a presença de todas as regiões do Brasil;

– Eliminamos cidades que foram inscritas em duplicidade. Como o edital previa, seria aceita apenas uma inscrição por cidade e em caso de duplicidade a primeira inscrição realizada seria considerada. Afinal, a construção é coletiva dentro das articulações locais.

– Eliminamos inscrições fora do prazo estabelecido. Nada mais justo com quem cumpriu o prazo, não é? Afinal, fomos bem insistentes lembrando e relembrando sobre o período de inscrição.

– As avaliações foram feitas com base nas respostas dos formulários, pontuando de 1 a 5 os seguintes pontos: Envolvimento da Articulação Local, Atividades realizadas e seus resultados, Interação com outras cidades e Impacto direto do ENBA no Bike Anjo local e nacional. Assim, conseguimos escolher duas cidades por região do país.

– As cidades de BH, São Paulo, DF e Salvador, por terem um caixinha grande se disponibilizaram a pagar as passagens dos seus participantes, possibilitando assim levarmos mais duas cidades do Sudeste, uma do Centro Oeste e uma do Nordeste.

– Vitória e Serra que sediarão o #4ENBA foram selecionadas automaticamente, sem passar por critério de avaliação. Recife, como a sede do último ENBA, foi selecionada, mas passou por todo o processo de avaliação.

Cidades Selecionadas para essa edição:

SUDESTE
Campinas/SP
Niterói/RJ
São Paulo/SP
Belo Horizonte/MG
NORTE
Manaus/AM
Belém/PA
NORDESTE
Recife/PE
Campina Grande/PB
Salvador/BA
Aracaju/SE
SUL
Blumenau/SC
Curitiba/PR
CENTRO OESTE
Distrito Federal/DF
Goiânia/GO
Campo Grande/MS
Já é novembrooo?
Estamos ansios@s desde já!
0=)

 

Não abriu? Clica aqui!

 


Chegou o Garupa Bike Anjo!



 
Faz tempo que estamos pedalando juntos, né?
Pensando nisso, gostaríamos que você soubesse exatamente TUDO que a Equipe Nacional do Projeto MOB-BA tem feito nos últimos meses!

Tem um tempinho?
Vamos contar tim tim por tim tim, em apenas 5 minutos!

 


Durante os meses de Abril e Julho de 2017


 
 
Reuniões de Equipe
 
Semanalmente são realizadas reuniões para alinhar pendências, discutir o que será trabalhado na semana e acompanhar o andamento do cronograma do projeto.
 
Atividades Bike Anjo
pelo Brasil
 
Compilar mensalmente na planilha de atividades todas as ações/atividades do Bike Anjo pelo Brasil.
 
E-Mail Marketing Internacional
 
Enviamos mensalmente um e-mail de boas vindas à todos/as os novos/as voluntários/as de fora do Brasil.
 


Quer mais?


 
Bem vind@s a Rede Bike Anjo
 
Realizamos um papo ao vivo via hangout com as novas e novos voluntários da rede Bike Anjo, com o objetivo de dar as boas vindas e explicar como surgimos e como atuamos.
 


 
Newsletter / Correio Anjo
 
Estamos aperfeiçoando nossa Newsletter tanto em seu layout quanto eu seu conteúdo. 
 

Leia o Correio Anjo #6

 


 
Gestão de Projeto
 
É o nosso relacionamento com o Itaú, apoiador institucional. Realização de contrapartidas, elaboração de relatório, atualização de atividades, acompanhamento do fluxo de caixa e de cronograma. Contratação de equipe, backup dos arquivos, organização de documentação administrativa, financeira e estatutária
 


 
Assessoria de Comunicação
 
Um dos pontos mais discutidos nos Encontros Nacionais, realizamos um processo seletivo para vaga de Articulação de Comunicação do Bike Anjo e do projeto Bicicleta nos Planos, e contratamos uma pessoa para cuidar da não só da comunicação dos projetos, mas também cuidar da comunicação relacionada à rede.
 


 
Novo Fundo Local #2
 
Criar/Construir edital para acesso ao fundo local Bike Anjo.
Orçamento proposto: R$12.000,00 #2 edição. 
 

Aberto para inscrições de projetos!

 


 
Grupos de Trabalho – GTs
 
Criamos os Grupos de Trabalho (GTs) dos nossos Pilares (De Bike ao Trabalho, Bike Na Escola, Bike Na Periferia e Programa EBA) e da Plataforma, centralizando as informações em um canal só, para melhorar o engajamento e articulação.
 

Quer acompanhar um GT? Clique aqui!

 


 
Plataforma | bikeanjo.org
 
Estamos verificando bugs e direcionando para melhorias. Além do desenvolvimento do novo Blog, que terá páginas locais com histórico e calendário de atividades, bem como relatos vivenciados por voluntários/as ou solicitantes.
 

Acesse a plataforma!

 


 
Mobilização
 
Criando um fluxo de gestão de mobilização para engajamento dos/as voluntários/as, mantê-los/as na rede, como receber os/as novos/as e trazer iniciantes que nos procuram para atendimento à se tornar um/uma voluntário/a. Estamos revisitando por hangout as regiões estratégicas do Bike Anjo para buscar um novo formato de como o Bike Anjo quer atuar em rede com estas regiões. Através do diagnóstico será possível entender se a cidade deve dar um passo atrás (se precisa de mais mobilização) ou a frente quando as cidades já forem mais estruturadas (pólo multiplicador).
 


 
#ENBA
 
Já começamos a organização do 4º Encontro Nacional. Está sendo realizado papos com a galera de Vitória para entender a logística e organização, também começamos o papo com a Pedivela para criar um formato de “escolha” das cidades.
 


 
Estratégia de Gestão
 
Criação fluxo para gestão compartilhada “combinados” na Art. Pedivela, construindo diretrizes e orientações, visando manter a horizontalidade e gestão compartilhada no Bike Anjo.
 


De Maio à Julho de 2017, no BiciPMU…


 
Apresentamos a campanha no 21º Congresso ANTP
 
ANTP *Associação Nacional de Transporte Público
 


 
Delegação brasileira para o Velo-city 2017
 
Acompanhamos como atividade extra do projeto as prefeituras de São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Brasília para participação da conferência Velo-city para aprendizado e troca de experiências em planejamento cicloviário em suas cidades.
 


 
Começamos a organizar a 1a Oficina de Formação pela Bicicleta do Nordeste
 
Que será nos dias 11 e 12 de setembro no Recife para formar prefeituras e sociedade civil a promover, planejar e implementar a bicicleta nas cidades brasileiras. No total serão 5 oficinas, uma em cada região do país.
 


 
Relançamos a campanha Bicicleta nos Planos
 
para que organizações e coletivos se inscreverem e receberem apoio da equipe do projeto.
 
 

Saiba mais!

 


 
Ufa! É bastante coisa!
Mas ainda tem mais. Todo mês enviaremos atualizações e novidades.

Queremos saber suas sensações sobre o que acabamos de contar!

Tem sugestões, comentários, propostas? Manda pra gente!
Abraços,
Equipe Nacional
 


 
["Bike Anjo"]
 

 
Este e-mail foi enviado para {EMAIL}

Você recebeu este e-mail porque está registrado com Bike Anjo
 
 
Enviado pela

SendinBlue

 
 
© 2017 Bike Anjo
 

Posted by: bikeanjobr | 11/07/2017

Ponte Recife/Aracaju – EBA Entre Todos

Um pouco da nossa experiência na EBA Entre Todos em Aracaju/SE.

18740253_1506045112794237_2569112385162423131_n

Nos dias 27 e 28 de maio, eu (Barbara Barbosa) e minha querida amiga Lela (Valéria Pires), ambas Bike Anjas de Recife, pegamos um ônibus em Recife com destino a Aracaju, animadas e ansiosas para vivenciar a EBA Entre Todos. Foram quase 8 horas de viagem, entre paradas e lanchinhos. Chegamos e logo de cara tivemos uma grata surpresa, uma ciclovia na porta da rodoviária nos convidando a pedalar. Nem a chuva, que caía forte, nos impediu de tirar as bikes do ônibus e sair pedalando pela linda Aracaju.

18664494_1506058142792934_52147434026367341_n.jpg

No sábado, 27, fomos convidadas a participar de um encontro com o pessoal da Casa do Bem, um coletivo que auxilia outros coletivos e ONGs da cidade a se desenvolverem e impactar ainda mais pessoas em suas ações e atividades. O encontro era super animado e cheio de interação, trocamos experiências e criamos laços de amizade com pessoas incríveis. Ahhh… ainda deu tempo para pedalar pela cidade e conhecer o lindo centro histórico da capital Aracajuana.

IMG_20170527_160722.jpg

Já no domingo, o céu abriu um dia lindo e partimos para a EBA Entre Todos. A energia da EBA é contagiante e a ODKV rouba a cena, atiçando a curiosidade de todos que passavam. E além da EBA, tivemos também uma oficina de Braille, que nos cativou e proporcionou ensaiar as primeiras palavras em cada pontinho. Uma das participações mais marcantes pra a gente, foi de uma menina que além de deficiente visual, também é autista e isso nos ajudou a enxergar à importância do cuidado com cada aluno.

18740381_1854154791503945_6411912086519202254_n

O César, Bike Anjo de Aracaju e nosso anfitrião, estava sempre preocupado em fazer a áudio descrição do local para quem não podia enxergar, fazendo da experiência de pedalar algo ainda mais prazerosa. E essa é uma das coisas que teremos que aprender para as EBAs Entre Todos aqui em Recife, a experiência de andar de bicicleta precisa ser completa. Outro ponto que pudemos observar foi a grande dificuldade em transportar a ODKV, vimos o pessoal suar a camisa para conseguir levar a bike até o local da EBA. Essa dificuldade se deve ao fato da ODKV ser fixa (soldada) e não permite separar as bikes, mas já ficamos sabendo, lá mesmo, que o pessoal já está trabalhando numa forma de construir uma ODKV desmontável (não soldada), para facilitar a logística.

Vamos pedalando e aprendendo, agora sairmos com o desafio de fazer a primeira EBA Entre Todos aqui em Recife.

Abraços visse ;)

 

Posted by: JP Amaral | 28/06/2017

O Velo-City 2017 e rumo ao Velo-city no Brasil

Relato pessoal do bike anjo JP Amaral

Bicicleta = FELICIDADE!

Essa foi a mensagem que captei da abertura de uma das principais conferências internacionais sobre bicicleta na Holanda, o Velo-city 2017e vários/as bike anjos/as estiveram presentes. Leo Bormans foi quem trouxe essa mensagem com seu livro “O Livro Mundial da Felicidade” e, para ele, todos seus princípios para alcançar a felicidade podem ser traduzidos em único ato: pedalar!

Abertura do Velo-city 2017

O evento traz de tudo um pouco sobre bicicleta: discussões bem técnicas sobre planejamento urbano, dados e pesquisas fantásticas feitas por várias partes do mundo e, claro, muitas pedaladas pela Holanda para sentir na prática porque o país é exemplo em promover a bicicleta.

Pedalada de celebração da Velo-city 2017

Agora vamos ao “papo sério” do que aprendi com este evento:

  • Chamar a indústria da bicicleta para se fortalecer e apoiar o advocacy da bicicleta é essencial para ganhar espaço para a bicicleta nas cidades do mundo. “Ajude-nos a combater o lobby do carro” foi o grande lema do secretário geral da ECF – European Cyclists’ Federaion, Bernhard Ensink.
  • O velho discurso do orçamento, mas com novas comparações: Em Copenhague, foram investidos 128 milhões de euros em 12 anos para infraestrutura cicloviária, o que foi o custo de apenas 1 obra de via para carro no norte da cidade.
  • Formas de participação social estão defasadas e já demonstraram não funcionar. Felizmente, um dos modelos fantásticos apresentado foi de Belo Horizonte com a Eveline Trevisan, o GT Pedala da BH Trans, por terem construído um processo aberto e informal de conversas para construir projetos juntos e ao mesmo tempo gerar mudança de comportamento. Precisamos renovar em como envolver a comunidade e co-criar (ex: BYPAD).
  • Ainda sobre participação, ficou a mensagem de que envolver associações de bairro e outros atores que NÃO CICLISTAS significa não só ter mais apoio aos projetos cicloviários, mas já trazer potenciais ciclistas!
  • O Brasil com certeza tem muito a ensinar
  • Temos mais em comum com a África do que imaginamos. Uma pesquisa na África do Sul, por exemplo, demonstrou que existe o “Apartheid rodoviário”, onde comunidades desfavorecidas (e não coincidentemente compostas por pessoas da raça negra) são excluídas da cidade por sistemas de ruas que não as permitem acessar a cidade (foi usado como exemplo uma comunidade que leva 9 minutos a pé para atravessar uma via, enquanto que um condomínio fechado de classe alta tem acesso direto a todos os lados da via com facilidade).
  • Foi muito forte a presença de técnicos/as das prefeituras, contando seus segredos de governança para convencer os/as políticos/as que vem e vão. Fundamental a sociedade civil apoiar e criar parceria com estes atores para que as políticas públicas para bicicleta permeiem os ciclos políticos de 4 anos.
  • O Brasil estava EM PESO e temos muito o que compartilhar com o mundo da bicicleta! Foram 42 participantes, sendo 15 apresentações na programação só sobre e do Brasil! E o que isso quer dizer na prática? Quer dizer que conceitos já estabelecidos e padronizados na Europa foram muitas vezes superados ou surpreendidos por exemplos e dados brasileiros. E o mais importante….

O Velo-city 2018 vai vir (pela primeira vez na América Latina) ao RIO DE JANEIRO!! Nos vemos lá!

Veja mais algumas fotos da bagunça boa do Velo-city 2017:

Luud, criador das Bicicletas Brancas de Amsterdã, projeto do movimento Provos


Encontro Internacional do Bike Anjo com África do Sul e França!

Parte da delegação brasileira (foto: Renata Falzoni)

 

*Todas as fotos não sinalizadas são de autoria do autor

O QUE É ESSA CHAMADA?
Se você é apaixonado/a por engajar pessoas por meio da comunicação, acredita em transformação social e transformação das cidades (e mais ainda se você pira em bicicleta!), essa vaga é para você! 0=D

SOBRE O BIKE ANJO:
Bike Anjo é uma rede de ciclistas apaixonados/as pela bicicleta que mobiliza pessoas para transformarem as cidades por meio da bicicleta. Acreditamos que a bicicleta é uma ferramenta de transformação social e quanto mais gente pedala, melhor serão nossas cidade. Para isso, contamos com uma plataforma que conecta voluntários/as com ciclistas iniciantes, além de realizarmos campanhas de mobilização e atividades educativas.

Nossa missão é: Mobilizar pessoas para transformar as cidades por meio da bicicleta.

Saiba mais: bikeanjo.org

SOBRE A CAMPANHA BICICLETA NOS PLANOS:
A campanha Bicicleta nos Planos é realizada pelas associações Bike Anjo e UCB – União de Ciclistas do Brasil, com apoio do iCS – Instituto Clima e Sociedade, e tem como objetivo engajar e assessorar municípios para a inclusão da bicicleta nos Planos de Mobilidade Urbana.

Saiba mais: bicicletanosplanos.org

EXPLICAÇÃO DA VAGA:
O Bike Anjo acaba de renovar 2 projetos: Bicicleta nos Planos apoiado pelo iCS – Instituto Clima e Sociedade; e Mobilização da Rede Bike Anjo apoiado pelo Itaú. Estes projetos têm tudo a ver com comunicação, engajando e alcançando mais pessoas para seus objetivos. E aí, achamos que seria muito massa contar com uma pessoa para ser articulador/a dos canais de comunicação da campanha Bicicleta nos Planos e do Bike Anjo.

QUANTO TEMPO E ATÉ QUANDO?
Calculamos por volta de 20h semanais e temos a previsão de contrato até abril de 2018, mas com possibilidade de dar uma esticada e continuarmos pedalando. ;-)

DE QUE FORMA?
Estamos procurando um/a consultor/a, ou seja via PJ ou MEI – Microempreendedor Individual, como o restante da equipe. Mas claro, ajudamos no processo, caso isso seja um empecilho.

LOCAL:
O mundo virtual da internet (qualquer lugar do Brasil)

ATIVIDADES (divertidas) ENVOLVIDAS:
– Criar/Aperfeiçoar fluxos dos canais de comunicação do Bike Anjo, como Newsletter, mídias sociais e blog
– Monitorar e propor melhorias dos canais de comunicação do Bike Anjo e da campanha Bicicleta nos planos
– Criar/Aperfeiçoar tutoriais de comunicação para as redes locais do Bike Anjo com base nos fluxos criados acima
– Criar e monitorar conteúdos nas mídias sociais do Bike Anjo e sobre a campanha Bicicleta nos Planos
– Elaborar o conteúdo do Newsletter mensal do Bike Anjo e da campanha Bicicleta nos Planos com apoio da equipe
– Orientar e moderar postagens no blog pela rede do Bike Anjo com apoio da equipe
– Mapear e divulgar as ações locais da rede do Bike Anjo com apoio da equipe
– Auxiliar a equipe e monitorar a estratégia de comunicação das campanhas nacionais do Bike Anjo, além da campanha Bicicleta nos Planos
– Auxiliar na revisão de conteúdos de comunicação elaborados pela equipe Bike Anjo e para a campanha Bicicleta nos Planos
– Auxiliar esporadicamente com assessoria de imprensa em campanhas/ações pontuais e ajudando os locais como fazer essa assessoria localmente

(P)REFERÊNCIAS:
– Estar pilhado/a para realizar as atividades acima.
– Gostar de trabalhar em rede e lidar com as pessoas mais animadas do planeta – os/as bike anjos/as.
– Vontade de transformar o mundo e acreditar na comunicação como uma ferramenta para engajar as pessoas para isso.
– Saber trabalhar em equipe à distância e tocar o barco (ou seja, ser proativo/a).
– Experiência em “hackear” (comunicar) contra os boicotes rotineiros do Facebook e outras mídias sociais (e saber usar suas ferramentas básicas).
– Saber e gostar de cativar as pessoas com uma boa história (no texto, mas vamos adorar ouvir se souber contar histórias pessoalmente também)!
– Ter um bom olhar para revisar os errinhos de português que sempre cometemos…
– Se entender do mundo da bicicleta e do cicloativismo, tá ótimo, mas não é obrigatório. Precisamos de gente de fora da bolha também! ;-)
– Algum idioma extra por nos ajudar (já que estamos em +24 países!), mas não é obrigatório também.

COMO SE APLICAR:
Preencha ESSE FORMULÁRIO até o dia 11 de junho de 2017 (mas pode preencher antes, viu?!) pra gente dizendo porque você está pilhado/a para esta vaga e conte pra gente como você acha que poderia contribuir (e pode enviar seu CV, Linkedin ou no formato que quiser também).

SENDO TRANSPARENTE:
– Nosso plano (esperamos que dê certo!):
– Divulgação da vaga: 1/6 (no máximo dia 2/6)
– Prazo para envio de candidaturas: 11/6
– Seleção de 10 pessoas para conversar: até 18/6
– Entrevista com 10 pessoas: 20-25/6
– Seleção da pessoa: 26/6
– Início do trabalho: 1/7
– Dindin ($$): temos um cálculo de hora de consultoria, mas estamos de coração aberto <3

Valeu por querer participar desse processo e espero que a gente possa se conhecer! 0=D

Equipe Nacional do Bike Anjo e Equipe da campanha Bicicleta nos Planos

Posted by: bikeanjobr | 24/05/2017

Campanha internacional carEXIT para sair do carro

O Bike Anjo foi convidado pelo coletivo de Berlim na Alemanha, Fahrrad Bande // mitRADgelegenheit, para participar de uma campanha internacional chamada CarEXIT (“Saída do Carro”).

A campanha busca incentivar as pessoas a deixarem seu carro e adotarem a bicicleta. O Bike Anjo traduziu e adaptou a campanha para o português e está representando a mesma no Brasil.

O site conta com um explicativo do PORQUÊ deixar o carro através de um VÍDEO com depoimentos de pessoas que trocaram o motorizado pela bicicleta, um TESTE para motoristas descobrirem como largar o carro, ARGUMENTOS para isso, tutorial de COMO começar esse processo e uma introdução ao MUNDO DA BICICLETA.

Confira o vídeo da campanha:

 

Como se engajar na campanha?

» COMPARTILHE O SITE para seus amigos e amigas que usam o carro e não conseguem largá-lo!
» APLIQUE O TESTE, caso você use carro ou em alguma pessoa que o usa.
» ENTRE NO MUNDO DA BICICLETA para engajar ainda mais pessoas a pedalarem.
» Siga e compartilhe nossas postagens no FACEBOOK, INSTAGRAM ou TWITTER para compartilhar nossos posts relacionados à campanha.

Obs.: CarEXIT se remete a “sair do carro” e foi inspirada em uma campanha no mundo da tecnologia, em que se incentivou programadores a saírem das grandes empresas de tecnologia (“IntelEX!T”).
Site da campanha: http://www.carexit.org/br

a

»O PROJETO: 

Há 3 anos atrás (em março de 2014) começamos um projeto desafiador (mas muito divertido!) chamado Mobilização da Rede Bike Anjo ou MOB-BA. A proposta é fortalecer, promover e realizar a promoção do uso da bicicleta junto com a rede do Bike Anjo.

Neste terceiro ano de projeto, colhemos diversos resultados incríveis pelo Brasil e pelo mundo: alcançamos os 5 continentes com a internacionalização da plataforma, realizamos a 1ª edição do Edital do Fundo Local Bike Anjo, criamos pilares de atuação, além de continuarmos apoiando e participando de fóruns e eventos nacionais e internacionais ligados a bicicleta e mobilidade ativa.

Neste ano o projeto  seguiu com a parceria do Itaú, com três eixos de trabalho: dar continuidade ao fortalecimento e a expansão das articulações locais; expandir a integração e mobilização da rede nacional e internacional; e dar continuidade ao EBA‐SP, programa educativo contínuo por meio da bicicleta em um centro comunitário na cidade de São Paulo.

» RESULTADOS DO PROJETO: 

Para detalhar todos os resultados e atividades que ocorreram no projeto, fizemos um relatório completo que você pode conferir neste link: Relatório de Projeto Bike Anjo -MOB BA 2016/17.

» QUEM APOIA ESTE PROJETO: 

O apoio deste projeto é realizado por parceiros multiplicadores, aqueles que apoiam o Bike Anjo em sua missão e projetos. E ficamos felizes em dizer que temos o nosso primeiro parceiro multiplicador – o Itaú!
Caso você ou sua organização queira ser um parceiro multiplicador do Bike Anjo, entre em contato conosco. 0=D

logo_itau

No dia 19 de abril aconteceu uma ação educativa na ciclovia compartilhada da Avenida Sumaré, em São Paulo, que fez parte do Fundo Local Bike Anjo. Esta via tem um histórico polêmico, pois inicialmente foi inaugurada como ciclovia em 1996, com cerca de 2,5 km. Porém, em 2012 atendendo aos inúmeros pedidos de moradores, para que a área fosse transformada em passeio, a subprefeitura da Lapa reformou a via e a caracterizou como área de pedestres. Somente em agosto de 2014 que a área foi definida como “circulação compartilhada” entre pedestres e ciclistas, pela CET (Vadebike, 2016).

A ciclovia compartilhada já possui seus desafios intrínsecos de convivência entre pedestre e ciclista em uma única via e, em especial, a da Sumaré tem este histórico onde o pedestre tem a sensação de “ter perdido” um espaço, o que acirra está disputa do local.

A ação foi destinada aos ciclistas e não-ciclistas, pois entendemos que ambos podem fazer sua parte para melhorar a convivência. De forma geral, foi observado um convívio harmonioso entre os pedestres e ciclistas, entretanto, ainda que seja uma pequena parcela, muitos ciclistas exageram na velocidade colocando o pedestre em risco. Além disso, muitos não fazem uso de equipamento sonoro, o que auxiliaria para alertar os transeuntes.

A ação foi parabenizada por muitos usuários da via e acreditamos ter alcançado o objetivo sobre a conscientização de compartilhar uma ciclovia.

A verdade é que se almejamos uma cidade sustentável, democrática e inteligente precisamos compartilhar lugares e priorizar os transportes não motorizados e o pedestre, por isso, quando necessário, as ciclovias compartilhadas são ótimas opções, se utilizadas com bem senso e educação.

O pedestre é sempre prioridade, o ciclista precisa alerta-lo e diminuir a velocidade. Em contrapartida, o pedestre precisa estar atento e não fechar a ciclovia. Se cada um fizer a sua parte, com bom senso a ciclovia compartilhada é sucesso!  

Por: Fernanda Bardelli, Bike Anja São Paulo

Older Posts »

Categories

%d bloggers like this: