‘Pedala, Mana!’ informa e empodera mulheres de Belém a utilizarem a bicicleta.

 

Empoderar e fomentar cada vez mais o uso da bicicleta por mulheres é um dos objetivos do Projeto Pedala, Mana!, idealizado pelas mulheres da Rede Bike Anjo Belém. O projeto foi pensado a partir da quantidade de mulheres que procuravam a rede para aprenderem a pedalar ou para acompanhamento em trajetos. Com o com apoio financeiro para produção de materiais e realização de ações pontuais na cidade, desde outubro de 2017, o Pedala, Mana! vem conquistando cada vez mais adeptas e articulando uma linda rede de mulheres, que expandiu suas fronteiras para além de Belém, e ganhou braços que nos abraçam de Abaeté, a antiga cidade da bicicleta, Ananindeua, e até de Santarém. Mulheres que querem estar ou ir às ruas e se sentirem livres para pedalar, voar, viver.

O primeiro passo do Projeto foi realizar encontros entre mulheres ciclistas e não ciclistas para uma troca de experiências. A roda de conversa, promovida em outubro de 2017, contou com a presença da ciclista e fotógrafa carioca Michelle Castilho e foi uma linda conversa, na qual Michelle trouxe para a gente a experiência das Engraxadas, no Rio, que já vem fomentando o uso da bicicleta como ferramenta de autonomia das mulheres há um tempo. Na oportunidade nós falamos dos problemas enfrentados ao pedalarmos pela cidade e as estratégias que utilizamos para nos fortalecer diante de atitudes machistas nas ruas, como os assédios e até violência oriunda de motoristas mulheres. Com destaque para a importância da nossa resistência nas ruas e do nosso potencial de humanização do trânsito.

 

Ainda em outubro fizemos o primeiro pedal das manas com o tema “Saia para pedalar”. Em novembro realizamos a Oficina de Mecânica Básica para Mulheres, aproveitando a presença e experiência da Dayana, membra da tribo Totipah, que está percorrendo o mundo de bicicleta e passava por Belém. Dezembro foi tempo de começarmos a pedalar ainda mais forte quando conseguimos implantar o pedal semanal das Anjas, sob responsabilidade das Anjas Márcia Braga e Ruth Costa. O giro do pedala, Mana! é mais uma maneira de possibilitar que novas ciclistas urbanas se adaptem às ruas e ao trânsito de Belém, além, claro, de nos dar visibilidade dentro da cidade caótica, que tenta resistir ao crescimento exponencial do transporte ativo.

PESQUISA COM MULHERES

E para finalizar esse breve relato, estamos com uma pesquisa voltada para mulheres ciclistas e não ciclistas, para entender e levantar dados sobre a mulherada que está ai fazendo a resistência ou que está a fim de se integrar e aderir à bici como melhor companheira de vida. Os dados finais da pesquisa serão apresentados durante um evento, em alusão ao Dia Internacional da Mulher, neste mês, mas vamos deixar uma pitada de curiosidade dizendo que 70% da mulherada que respondeu à pesquisa até agora e pedala, utiliza a bike para ir ao trabalho. E 80% destas disseram que utilizam a bicicleta como meio de transporte, porque é saudável. Entre as mulheres que não pedalam 59% informou que não o faz por falta de segurança e 63% disse que não pedala por falta de infraestrutura adequada na cidade.

E sigamos juntas, porque pedalar nos torna mais…!

 

 

Receba as novidades

Fique por dentro de todas nossas novidades

Parceiros