Aprenda a pedalar sozinho(a)!

Recebemos constantemente muitos pedidos para aprender a pedalar. Muitos mesmo! E claro, queremos ajudar todo mundo que chega até nós, mas muitas vezes isso pode significar uma certa demora. :(

E aí pensamos em elaborar um pequeno passo a passo para você que quer aprender a pedalar sozinho(a)!
Acredite! É possível! 

Tente seguir os passos a seguir e deixe um comentário dizendo se o método funcionou! Estamos curiosos para saber!

Passo 1 – Escolha uma bicicleta confortável: busque uma bicicleta que dê para você encostar com os dois pés no chão. Duas formas de medir isso é ficando em pé no cano superior da bicicleta e ver se ela não pega no “cavalo” e colocando o cotovelo na frente do banco (tb conhecido como selim) e a ponta da mão deve encostar na mesa, a peça que segura o guidão. Se não tem bicicleta, pegue emprestada temporariamente do vizinho, do parente ou mesmo vá para um local onde tenha empréstimo/aluguel de bicicleta.

 

Passo 2 – Encontre o espaço ideal: procure uma praça, parque ou mesmo rua que seja bem tranquila, com pouco fluxo de veículos, bicicletas ou pedestres. Procure um espaço bem largo para não se preocupar com curvas, obstáculos, entre outros. Ah! E seria ótimo se tivesse uma leve descidinha (nada muito exagerado!) para te dar um empurrãozinho na hora de ganhar velocidade.

 

Passo 3 – Antes de qualquer coisa, saiba como funciona o freio: mantenha sempre dois dedos no freio e não aperte com força. Pra quem for ensinar a pedalar, tente manter a pessoa relaxada (uma piadinha cai sempre bem nessas horas! ;-) )

 

Passo 4 – Remada: coloque o selim baixo o suficiente para você conseguir colocar os dois pés no chão. Aí peça para ir “remando” com os pés, tentando mantê-los cada vez mais fora do chão, se equilibrando na bike. Uma meta boa é tentar com duas empurradas tirar os pés totalmente do chão e contar até 5. Com isso você já aprendeu a se equilibrar!

 

Passo 5 –  Dando a arrancada: coloque o pedal em 45 graus pra frente (sugerindo sempre começar com o mesmo pé) e dê o impulso não só empurrando o pedal com o pé pra baixo, mas empurrando também com o corpo pra frente para ganhar velocidade.
Obs. 1: Caso esteja difícil, volte pro exercício anterior da remada e quando estiver com os pés no ar procure os pedais pra começar a pedalar.
Obs. 2: Se você está com dificuldade de manter o giro dos pedais, peça para alguém (um Bike Anjo :P ) ficar de frente pra você prendendo a roda dianteira e segurando o guidão e com a bicicleta parada você vai ficar girando o pedal para trás até relaxar as pernas e perceber um ritmo contínuo no giro dos pedais.
Obs. 3: Observe que é a cintura e as pernas que vão dar o suporte para se equilibrar, então pratique um pouco mexer a cintura e as pernas para perceber como altera o equilíbrio em cima da bicicleta.

 

Passo 6 – Ganhe velocidade: você ganha mais equilíbrio se conseguir mais velocidade (não precisa ser ultra rápido, mas o suficiente pra manter a bicicleta sempre em linha reta). Para quem for ensinar a pedalar, mostre ao iniciante que não precisa ficar com medo de ir mais rápido.

 

Passo 7 e o MAIS IMPORTANTE: não exagere na dose. Se cansou, dê uma pausa para uma água e alongue as pernas e braços. Você provavelmente vai sentir um pouquinho de dores no dia seguinte, mas é só continuar praticando que vai passar rapidinho. Ah! O bumbum também pode doer, mas também é só uma questão de costume. ;-)

E claro, não desista! Se ficou difícil, chame um bike anjo: http://bikeanjo.org

 

Advertisements
%d bloggers like this: